Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Prefeito de Aparecida defende políticas públicas para cidades mais vulneráveis
09/12/2020 18:22 em Nossa Região

Prefeito de Aparecida defende políticas públicas para cidades mais vulneráveis


9 de dezembro de 2020
Foto: Rodrigo Estrela

Em videoconferência com prefeitos de todo o Brasil, Gustavo Mendanha colocou modelo aparecidense de combate à Covid à disposição dos municípios

O prefeito reeleito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha, propôs nesta quarta-feira (9) a criação de políticas públicas voltadas especificamente aos 100 municípios brasileiros mais populosos e, ao mesmo tempo, com baixa renda per capita e alta vulnerabilidade econômica. Gustavo defendeu a proposta num encontro online de prefeitos eleitos e reeleitos, organizado pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP).

Na videoconferência, o prefeito de Aparecida sintetizou o trabalho feito na cidade no enfrentamento à Covid-19 e colocou as boas práticas adotadas no município à disposição dos prefeitos de todo o Brasil. Ele falou diretamente aos gestores das cidades aglutinadas no chamado G100, um grupo identificado pela FNP composto das 112 cidades de população superior a 80 mil habitantes e baixos indicadores sociais e financeiros.

“Nós já sofremos muito com vários problemas estruturais. Mas com os investimentos feitos nos últimos anos, sobretudo na gestão do prefeito Maguito, vivemos agora uma nova realidade na saúde, educação, mobilidade e na cidade como um todo”, lembrou Gustavo Mendanha. O prefeito disse esperar que Aparecida saia em breve do G100. Ao lado de Novo Gama, Águas Lindas de Goiás, Trindade, Luziânia, Formosa, Valparaíso de Goiás e Planaltina, Aparecida é um dos oito municípios goianos presentes no ranking.

Gustavo Mendanha participou da programação dentro de um painel mediado pelo prefeito de Campinas (SP), Jonas Donizette. O gestor aparecidense lembrou que, no combate à Covid, a cidade já testou 25% de sua população de quase 600 mil habitantes e chegou a 98% de casos recuperados, entre os 40,4 mil confirmados.

“Acredito que o escalonamento intermitente das atividades econômicas que fizemos, baseado no modelo israelense, trouxe lucidez às pessoas para trabalhar e seguir tomando todas as precauções. E foi isso que nos trouxe êxito no combate à Covid”, acrescentou Gustavo Mendanha. Ele ressaltou que, na comparação com as maiores cidades do país, Aparecida é um dos três municípios com menor taxa de letalidade da doença.

Igualdade na distribuição tributária

Outro participante do painel com Gustavo Mendanha, o prefeito de Igarassu (PE), Mário Ricardo, contextualizou a discussão atual da reforma tributária no Congresso Nacional. “Nós precisamos lutar por um modelo de distribuição tributária que seja mais justa para os municípios”, disse Mário.

Para mudar a realidade social das cidades caracterizadas no G100, o prefeito pernambucano concluiu sugerindo que elas tenham prioridade na liberação de recursos federais e permissão para acessar, com celeridade, linhas de crédito do Banco do Brasil destinadas aos municípios.

 

DANIELA RIBEIRO

Superintendente de Jornalismo


RAFAEL FREITAS

Coordenador de Jornalismo

Avenida Gervásio Pinheiro, Prédio da Cidade Administrativa,

5º Andar, Residencial Solar Central Park,

Aparecida de Goiânia - GO.

CEP: 74968-500


Recepção: 62 3238-6705

62 3238-6711 | 6712

62 98471-9050 (Plantão)

 

COMENTÁRIOS
AdSense
rodape primavera