Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Aparecida inicia aplicação da dose de reforço contra a covid-19 em crianças de 5 a 11 anos
06/01/2023 17:41 em Nossa Região

A Secretaria de Saúde de Aparecida (SMS) iniciou nesta quinta-feira, 5 de janeiro, a aplicação da dose de reforço da vacina contra a covid-19 para crianças de 5 a 11 anos de idade. A iniciativa segue indicações de nota técnica da coordenação-geral do Programa Nacional de Imunizações (PNI) publicada na última quarta-feira, 4.

“Agora vamos fazer esse reforço com a vacina pediátrica da Pfizer para as crianças que completaram o esquema inicial de duas doses, seja as que receberam imunizantes Pfizer ou Coronavac. Esta terceira dose já pode ser administrada quatro meses após a segunda e é essencial para a proteção desse público”, afirma o secretário de Saúde Alessandro Magalhães.

Atenção, pais e responsáveis

A superintendente de Vigilância em Saúde, Daniela Fabiana Ribeiro, ressalta que “as vacinas não impedem a contaminação, mas salvam vidas evitando complicações e internações, inclusive prevenindo a síndrome inflamatória multissistêmica pediátrica, que os especialistas têm associado à covid-19. Por isso pedimos aos pais e responsáveis que completem o esquema vacinal de toda a família, principalmente o das crianças”.

As mudanças determinadas pelo MS são embasadas por estudos que apontaram mais eficácia, para essa faixa etária, na neutralização das variantes Ômicron e original após a dose de reforço. A pasta ainda destaca que testes clínicos e experiências em outros países comprovaram a segurança dos imunizantes e a importância da ampliação da cobertura vacinal para as crianças para prevenir agravamentos da covid-19.

O Ministério da Saúde também recomenda, enfaticamente, a administração simultânea de vacinas contra a covid-19 com outros imunizantes do calendário vacinal infantil para garantir uma ampla proteção às crianças.

Cenário preocupante

Sobre as recomendações do MS, a coordenadora de Imunização Renata Cordeiro informa que “a nota técnica 406 dispõe a respeito da recomendação da dose de reforço para crianças de 5 a 11 anos de idade diante da redução da resposta imune às vacinas e à circulação de novas variantes em um cenário de baixas coberturas vacinais, especialmente para o público infantil.”

Renata assegura que, especialmente para o público infantil, é fundamental que todas as crianças de 5 a 11 anos recebam o reforço: “Essa dose pode levar a atingir altos índices de anticorpos após a série primária de duas doses”.

Vacinação segura para crianças

A gestora ainda tranquiliza pais e responsáveis sobre o assunto afirmando que, em relação à segurança, “nenhum evento adverso pós-vacinal grave foi relatado para esse público infantil e a vacina já se encontra também em uso em vários outros países como dose de reforço”.

Sobre a segunda nota técnica do MS, a 393, a coordenadora explica que o documento trata das atualizações da indicação das vacinas de vetor viral, Astrazeneca e Janssen, indicadas agora para pessoas acima de 40 anos. “Para a faixa etária de 18 a 39 anos a indicação é preferencialmente a realização com a vacina de plataforma de RNA, no caso, a Pfizer”, aponta ela.

Vacinas para todos

Em alerta permanente contra a covid-19, a Saúde de Aparecida continua vacinando a população contra a doença em 35 salas de vacinas espalhadas por toda a cidade e sem necessidade de agendamento. A vacinação para o público acima de 5 anos está disponível em todos esses locais, e, para crianças de 6 meses a 4 anos, em sete postos.

Com estoque reduzido, a SMS ainda informa que podem ocorrer faltas pontuais de vacinas em alguns postos. A pasta aguardo o envio de nova remessa de imunizantes pelo Ministério da Saúde. Em caso de falta de vacinas, os interessados podem deixar seus nomes na lista de espera para serem atendidos assim que chegarem novas doses.

Por Polliana Martins

5 de janeiro de 2023

COMENTÁRIOS
PUBLICIDADE
rodape primavera