Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Rodeio Show
PUBLICIDADE
Após ação do MP, Saneago nega cobrança irregular de coleta e tratamento de esgoto em Goiânia Segundo o Ministério Público, perícia apontou eliminação insuficiente de matéria o
13/06/2018 23:24 em Governo

Após o Ministério Público de Goiás (MP-GO) pedir a suspensão imediata da cobrança por tratamento de esgoto em Goiânia, a Companhia de Saneamento de Goiás (Saneago) informou, na tarde desta quarta-feira (13), que não cobra da população quando não há coleta nem tratamento de resíduos. Além disso, negou não atender à legislação referente ao descarte de esgoto.

“Isso é desinformação, o esgoto é tratado e retirado, no mínimo, 50% das impurezas, cumprindo o propósito da ETE [Estação de Tratamento de Esgoto] e dentro da legislação. Fazemos a medição diariamente. Os dados estão disponíveis”, disse o presidente da Saneago, Jalles Fontoura.

De acordo com a denúncia, uma perícia feita pela Polícia Técnico-Científica apontou que a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Doutor Hélio Seixo de Brito, responsável pelo atendimento a mais de 75% dos consumidores da cidade, “não apresenta eficiência suficiente”. O presidente da Saneago afirma que há um erro na análise.

“Fizemos uma contra prova no mesmo dia, na mesma hora, e não deu 39%, constatamos 57% de tratamento”, alegou.

COMENTÁRIOS
AdSense
rodape primavera