Volume
Redes
Sociais
Rodeio Show

AdSense
Em tom de despedida, Marconi transfere capital para Goiás
25/07/2017 - 22h13 em Governo

 

 

Governador Marconi durante assinatura de ato em Goiás (Foto: Assessoria)
marconi transferencia capital

 

A Cidade de Goiás completou 290 anos de existência. Simbolicamente foi feita a transferência da capital de Goiânia para a antiga Vila Boa. Várias autoridades participaram de atividade festiva. Algumas foram homenageadas, recebendo a Comenda do Mérito Anhanguera. A transferência simbólica teve tom de despedida. Marconi Perillo se emocionou ao encerrar discurso e disse que seria a última vez dele em atividades como a realizada nesta terça-feira, enquanto governador.

“É com um sentimento de nostalgia que eu encerro dizendo que talvez essa data de hoje seja a de todas a mais emocionante porque é a última na condição de governador eu presido esta cerimônia tão bela, tão carregada de emoções, de tradições, de sentimentos, de glórias (...) deixarei de vir aqui enquanto governador do estado, mas estarei aqui enquanto vilaboense”, destacou Marconi Perillo.

O governador disse que não está pensando em ser candidato à presidente da República ou a outro cargo nas próximas eleições. O gestor confirmou que irá se desincompatibilizará do governo e disse que abrirá espaço para o vice, José Éliton Júnior, assumir o controle do Estado durante um período de 9 meses.

“Não estou pensando em nada. Dificilmente serei candidato a alguma coisa na próxima eleição. Vou me desincompatibilizar porque quero dar espaço para o vice-governador ser governador do Estado. Ele será governador por 9 meses, foi corretíssimo comigo, tem sido absolutamente leal, tem me ajudado em todas as frentes de governo, acho mais do que justo, de que ele que é jovem tenha oportunidade de deixar o seu legado e mostrar a sua competência”, declarou o governador durante entrevista coletiva.

Marconi e José Éliton tem feito diversas visitas a cidades do interior goiano, lançando e vistoriando obras do programa Goiás na Frente. Questionado pelo Diário de Goiás se espera alguma consequência política que possa ajudá-lo no processo eleitoral do próximo ano, já que é pré-candidato ao governo estadual, José Éliton declarou que apesar de não ser o objetivo principal do programa, espera bons resultados, a partir de uma boa avaliação como desdobramento dos benefícios que estão sendo levados a diferentes regiões do estado.

“Temos procurado a dar respostas, ouvir as demandas e anseios, atendendo os problemas de cada região. É claro que ninguém ignora que o efeito eleitoral poderá vir de um processo em que a aprovação do governo é pautada a partir dos resultados apresentados à população. Esse é um objetivo consequência e não principal”, explicou José Éliton.

Homenagens

Durante o ato de transferência simbólica da capital, também ocorreram diversas homenagens a importantes autoridades que compareceram como os governadores dos estados de Minas Gerais, Roraima, Mato Grosso do Sul, Piauí, Alagoas e Distrito Federal. Estiveram presentes ministros do governo do presidente Michel Temer da área da Saúde e da Cultura. Embaixadores e representantes da sociedade civil também receberam a Comenda do Mérito Anhanguera.

“O que eles fazem pelo Brasil, pelos estados deles, merecem ser homenageados porque são representantes eleitos pelo povo. Fazem parte da Federação Brasileira. É mais do que natural homenagear ministros, prefeitos, governadores, promotores de justiça, jornalistas, aqueles que fazem de alguma maneira pelo Brasil. Procuro fazer isso como sinal de respeito a outras unidades”, descreveu Marconi Perillo.

COMENTÁRIOS
rodape primavera